Install Theme

Poser de Madonna

De fã e poser, todo mundo tem um pouco

Universo paralelo da Poser de Madonna. Aqui, dona Stephanie Germano mostra exatamente o contrário da Poser: aqui ela é fã.

Facebisca da Poser

Twitter da Poser

Biscagram da Poser

Favoritas

Mais postagens que eu gostei

Pessoas que eu sigo

As turnês que nunca aconteceram

Argentina, dezembro de 2012 – Madonna encerra sua oitava turnê mundial – e nona no total. No entanto, seu portifólio de concertos poderia ter sido muito maior do que isso se todos os projetos tivessem sido executados. Vamos falar de turnês sobre as quais você nunca ouviu falar?

Like a Prayer World Tour

Em 25 de janeiro de 1989, a Pepsi anunciou que assinou um contrato de 1 ano com a Madonna. As negociações levaram por volta de 8 meses e a cantora embolsou US$ 5mi. Não apenas era prevista a promoção de Like a Prayer em escala mundial, como também deveria ocorrer uma turnê no segundo semestre daquele ano. Além das duas propagandas feitas para a promoção da bebida e do single, um terceiro comercial deveria ser feito para promover a Like a Prayer World Tour.

Enquanto patrocinadores da turnê, a Pepsi já havia produzido os primeiros itens promocionais: latas de refrigerante, pôsteres e camisetas. Tudo estava preparado nos mínimos detalhes, mas a história foi encerrada, como já sabemos. Depois das controvérsias do clipe de Like a Prayer, a preocupação da marca fez com que o contrato fosse rompido.

Madonna ficou com o dinheiro, mas sem um grande patrocinador ficaria impossível bancar uma turnê tão grandiosa. Este problema foi resolvido quando Warren Beatty ofereceu à Madonna o papel de Breathless Mahoney no filme Dick Tracy, fazendo com que ela cancelasse todos os planos de uma excursão em 1989.

Menos de um ano depois Madonna embarcou na icônica turnê Blond Ambition. Hoje o cancelamento da turnê para Like a Prayer é um bom acontecimento. Quem sabe se ela tivesse acontecido nós teríamos conhecido o sutiã de cones de Jean-Paul Gaultier?

Vale ressaltar que quando o contrato com a Pepsi foi cancelado, a equipe de Madonna continuou negociando com outras empresas para que financiassem os shows da cantora.

O patrocínio com a Nike estava quase certo de acontecer, tanto que Madonna chegou a gravar comerciais para a marca no set do clipe de Vogue. Porém, Madonna se recusou a usar os tênis deles no palco e a parceria nunca foi concluída.

Finalmente o projeto de uma nova turnê foi financiado pela Pioneer, o que resultou em ceder à empresa direitos exclusivos sobre o lançamento do concerto em laser disc. Devido à complexidade do contrato assinado na época, a Blond Ambition nunca pôde ser lançada em DVD.

The Bedtime Stories Tour

O escândalo do livro Sex resultou na turnê The Girlie Show ser focada na Europa, Ásia, Américas Central e do Sul, esnobando os Estados Unidos. Quase um ano depois, com o som R&B de Bedtime Stories, Madonna estava voltando à popularidade no seu país de origem. Para retomá-la de vez, outra grande turnê foi agendada – a Bedtime Stories Tour.

Planos estavam em estágio avançado: as maiores salas de shows dos EUA estavam reservadas para o segundo semestre de 1995, junto com duas noites no estádio Wembley em Londres. Madonna e sua equipe já estavam discutindo o lado artístico do show, o setlist e as tecnologias a serem aplicadas no palco. A turnê seria a verdadeira revolução do pop e estabeleceria Madonna como a líder absoluta em performances ao vivo.

De acordo com um dos bailarinos, Human Nature seria o número de abertura do show, mostrando um cenário que, mais tarde, foi parar no clipe da música. Inclusive, foi durante as filmagens deste clipe que Madonna revelou que, apesar dela realmente querer sair em turnê, ela teria que cancelar tudo para trabalhar no filme Evita. Ela não poderia sair em turnê durante meses, forçar sua voz e, logo após, gravar a trilha sonora do filme. Mesmo sendo uma explicação lógica e compreensível, ironicamente Madonna explicou tudo isso enquanto fumava um cigarro!

The Ray of Light Tour

O grande retorno de Madonna com Ray Of Light em 1998 trouxe aos fãs novas esperanças de que seu ídolo sairia novamente em turnê. Ela mesma parecia estar considerando a ideia e em diversas entrevistas afirmou que gostaria de sair pelo mundo. No entanto, como Lourdes ainda estava de fraldas, seria uma turnê bem curta.

Após a performance no Grammy de 1999, a Warner Music mandou rodar mais materiais de promoção para o álbum Ray Of Light. Junto aos trechos de resenhas havia uma nota, bem pequena, que dizia “aguarde sua nova turnê este ano”. Esse era o plano, em abril Madonna filmaria Sobrou Pra Você e, logo após, começaria os ensaios, para iniciar a excursão em setembro daquele ano. Infelizmente a pós-produção do filme exigiu mais tempo do que planejado e Madonna não teve mais tempo para se dedicar aos ensaios do show.

O que sabemos do show? Christopher Ciccone, irmão da Madonna e responsável pela direção de arte das duas turnês anteriores, revelou no livro “Vida com Minha Irmã Madonna” que logo no começo de 1998 ela o havia contatado sobre uma turnê. Christopher sugeriu uma cenografia que acontecia em torno de uma árvore, cujas folhas mudariam de cores ao longo do show, exatamente como acontece com as plantas conforme mudam as estações do ano. Madonna curtiu a ideia, mas ela nunca se materializou.

Em 2001 a cantora embarcou na Drowned World Tour, mas por causa de conflitos entre os irmãos, Christopher não foi envolvido no projeto e, em seu livro, critica o concerto como “muito escuro e desagradável”.

Ao lermos sobre os concertos que nunca pudemos ver, temos sentimentos conflitantes. Se por um lado ficamos curiosos com o que poderiam ter sido, por outro nos questionamos se a carreira de Madonna teria sido completamente diferente caso ela não tivesse usado o sutiã de cones ou se nunca tivesse estrelado o filme Evita. Parece ser o caso de dizer: foi o destino.

Texto traduzido do site Madonna New Era.

xonoda:

GO BUY G.U.Y. ON ITUNES GRANDMA 💖

Grandma should spend her money on plastic surgery. Little monsters should buy G.U.Y. on iTunes, honey. They’re the ones not supporting Gaga.

xonoda:

GO BUY G.U.Y. ON ITUNES GRANDMA 💖

Grandma should spend her money on plastic surgery. Little monsters should buy G.U.Y. on iTunes, honey. They’re the ones not supporting Gaga.

I have a question: I know Madonna appropriated Voguing, but did MJ appropriate the moonwalk? I told someone that Madonna didn't invent Voguing, and didnt give Black and Latino gays the proper credit for it, is it the same in MJ's case?

Anônimo

terarroni:

expressdna:

sweetheartpleasestay:

Uhm, the moonwalk is a popping move which has been popular in Hip-Hop / Black culture since the 1960s, esp. in California. First person recorded to do it was Cab Calloway in 1932. Michael Jackson couldn’t have appropriated this because he was Black and has claim to Black culture as any other Black person would. Madonna is a White woman who took something from Harlem (Black and Latino dancers) c. 1960s, and thus appropriated it because she presented it as something that was hers. Not the same because one person (MJ) expressed something from their own culture and history while the other (Madonna) stole something.

Excuse me but when did Madonna steal vogueing and claimed it her own? I don’t think she ever did and I hate the way some people demonize Madonna for the sake of it. Her song Vogue is all about tolerance and expressing yourself on the dancefloor. “It makes no difference if you’re black or white, if you’re a boy or girl"…? Madonna was used to going to gay clubs as she had many gay friends, so she felt close to that culture. She never said "I invented these dance moves". I don’t think it’s a bad thing that she made it popular, on the contrary, it allowed more people to aknowledge it. But because she’s a rich white woman, it seems like everything she does is selfish and self-oriented without any good intentions to it.

On the other hand, too many people think that Michael Jackson invented the moonwalk, whereas everybody knows that Madonna didn’t invent vogueing. But I guess it’s not the same because well, it’s Madonna and she’s an evil cultural-appropriative bitch.

Yeah, I didn’t “demonize” her for anything I answered a question. She’s not gay. “Gay culture” is not hers for the taking, period. Especially not Black/Latino gay culture that gets erased from recognition at every turn because of people who “popularize” things without really putting any effort into crediting or making references to the creators. I also didn’t say she explicitly said she created it, I said she presented it as hers; which she did. Who’s dancing it in Vogue? Her. There are majority White people in the background if I recall, and there’s literally one Black guy. So much for not caring if you’re Black or White, right, so long as you literally have a token Black it’s kewl. 

And Michael Jackson was Black so even with people thinking he created it—and given eh was the main user of his era that’s not completely inaccurate—it’s still credited to Black culture. Whereas a White woman taking something from Black/Latino subcultures is completely delineating it from its origin; therefore those are not even vaguely equivalent. And I literally didn’t say she was evil or anything like that but keep being ridiculous I really couldn’t care less. Madonna is shite for much more than that.

I see your point. Just one thing, these are the dancers in the Vogue video, as well as the ones touring with her that same year:

As you can see, three black men, two Asian people, two latino men and one caucasian man. Out of these 7 handsome gentleman, only 1 is straight. The one on top of Madonna, José, was the one who taught Madonna how to Vogue. So it might seem like she presented voguing as her own, but in fact, she took with her all the people who taught her that.

xonoda:

MADONNA TRYING TO REBUILD HER CAREER BY KILLING ARTPOP

Oh, honey… how many times will I have to tell you? It wasn’t Madonna who had to cancel a tour due to poor ticket sales nor was she downgraded from 80,000 seats stadiums to 6,000 seats theaters on her current tour. Lady Gaga and people like you killed Fartpoop.

xonoda:

MADONNA TRYING TO REBUILD HER CAREER BY KILLING ARTPOP

Oh, honey… how many times will I have to tell you? It wasn’t Madonna who had to cancel a tour due to poor ticket sales nor was she downgraded from 80,000 seats stadiums to 6,000 seats theaters on her current tour. Lady Gaga and people like you killed Fartpoop.

© Poser de Madonna

Tema original de Dubious Radical. Remixado pela Poser.